Nesta quinta-feira (25), a Seleção Brasileira Feminina faz sua estreia no Torneio Internacional de Futebol Feminino contra a Índia, em Manaus, na Arena da Amazônia. 

Além do Brasil e da seleção indiana, Venezuela e Chile também integram o grupo da primeira fase do torneio. A competição terá apenas a capital amazonense como sede das partidas, além disso com capacidade máxima de 70%, dessa maneira  correspondendo a 30 mil espectadores durante os jogos.    

Sem dúvida, além do jogo a noite promete ser repleta de emoção, isso porque será a despedida de uma das maiores lendas da história do esporte mundial: Formiga. 

A eterna camisa oito

Miraildes Maciel Mota, ou simplesmente Formiga, tem uma das mais bonitas trajetórias da história do futebol. Participando desde a Copa do Mundo Feminina da Suécia de 1995, a segunda edição do torneio, a jogadora de 43 anos, possui mais de 26 anos de dedicação à Amarelinha. Dessa maneira, logo após o torneio, a meio-campista que tinha até então 16 anos não saiu mais do time. Além disso, a atleta é ao lado do velejador Robert Scheidt, a eterna camisa oito possui sete participação em jogos Olímpicos. 

(Créditos: Sam Robles/CBF)

(Créditos: Sam Robles/CBF)

Por consequência, são mais de 233 jogos pela seleção além das marcas e recordes quebrados.

Ainda mais, Formiga é a jogadora que possui mais participações em Copas do Mundo, com sete, além de ter ultrapassado o capitão do penta, Cafu, em jogos com a camiseta verde e amarela. 

Assim, sobre a trajetória da meio-campista, o histórico lateral disse: 

“De recordista para recordista, de capitão para capitã, parabéns. Que nossas meninas sigam seu exemplo, com foco, determinação e comprometimento”, Cafu.

Desse modo, ela também esteve presente em vários ciclos da história da Seleção Feminina, e consequentemente em várias campanhas. Como destaque temos o prata de  Atenas-2004 e Pequim-2008, além de vice-campeã do mundo em 2007 e terceiro lugar em 1999.

(Créditos: Laura Zago/CBF)

(Créditos: Laura Zago/CBF)

Os últimos momentos

Em 2016, a jogadora se despediu dos gramados com uma vitória de 5 a 3 sobre a Itália no mesmo torneio que jogará logo mais. Mas, surpreendentemente, voltaria atrás na decisão de pendurar as chuteiras e atuaria novamente gramados em 2018 para disputa da Copa América do mesmo ano.

Certamente, em uma parceria histórica com Marta e Cristiane, Formiga fez parte de um dos trios mais brilhantes e históricos do futebol feminino, que inspirou e ainda inspira meninas por todo o país. 

Nesse sentido, sobre a sua eterna companheira, a rainha Marta a descreveu:

“A história dela fala por si. Um exemplo de perseverança e dedicação. Uma das pessoas mais amadas do mundo”

Marta.

Apesar disso, a aposentadoria da seleção, Formiga ainda continuará jogando defendendo a camisa do São Paulo no Campeonato Brasileiro.

Onde assistir ?

O jogo acontecerá nesta quinta-feira (25), às 22h (Brasília), com transmissão do Sportv