A Medida Provisória que alterava as regras sobre os direitos de transmissões das partidas de futebol, não foi votada pelo congresso e perdeu a validade. 

Como não foi votada a ‘’MP do Mandante’’ dá lugar novamente à Lei Pelé, que distribui o “direito de arena” entre o clube mandante e o time visitante, assim emissoras de TV ou rádio interessadas em exibir um determinado jogo voltam a ter que negociar com os dois clubes envolvidos. 

A MP 984 foi assinada em 18 de junho pelo presidente Jair Bolsonaro e determinava que o direito de exibição da partida pertencia somente ao mandante e previa negociação com ambos os times somente se houvesse indefinição em relação ao detentor do mando da partida.

Fonte: CBF